Capitão fantástico, crianças de hoje e os adultos de amanhã…

Este fim de semana tive momentos tão bons, daqueles em que ficamos apenas no presente, em que a conversa é boa, que as gargalhadas são genuínas e os silêncios confortáveis, de tal forma que ninguém se lembrou de puxar daquele aparelho rectangular, que nos suga a vida e atenção do que realmente é o mundo, …