Sobre empatia e uma pergunta filosófica que acabou numa anedota para adultos…

Depois da minha caminhada gosto sempre de me sentar de frente para o mar. Costumo recostar-me num banco, tirar os óculos da cara e colocá-los em cima da cabeça a prender o cabelo, fecho os olhos e fico alguns momentos em silêncio. Hoje não foi excepção, com a pequena diferença do meu momento de introspecção …

Porque pensamos que “temos sempre razão”?

Há quem lhe chame teimosia, inflexibilidade, casmurrice, arrogância. A verdade é que existe uma explicação para o facto de pensarmos que temos razão mesmo quando não a temos. A razão tem um nome: viés cognitivo (ou tendência cognitiva), ou seja, a forma distorcida que temos de ver uma determinada situação. Esta distorção perceptual faz com …

O que faríamos se pudéssemos viajar no tempo?

Teríamos nós a capacidade de lidar com o tempo se pudéssemos viajar nele? Evitaríamos os tropeços? Amaríamos com a mesma intensidade sabendo o dia em que chegaria ao fim? Teríamos a capacidade de voltar ao momento atual se conseguíssemos repetir vezes sem conta a mesma sensação do primeiro beijo? Conseguiríamos viver o agora se existisse …

8 Competências parentais para as famílias viverem mais felizes

Seja um bom ouvinte - para compreender o outro é necessário saber ouvi-lo. Quando ouvimos alguém com atenção demonstramos o nosso interesse genuíno, passamos a mensagem que o que nos dizem é importante. Ouça os medos, as dúvidas, as alegrias dos seus filhos. Passem tempo de qualidade juntos - não é uma questão de ter …